A magia de se fazer perguntas a SI MESMO

\"Eu possuo seis servos, eles me ensinaram tudo o que eu sei: seus nomes são O QUE, POR QUE e QUANDO, COMO, ONDE e QUEM.\" Rudyard Kipling
PNL

"Eu possuo seis servos,eles me ensinaram tudo o que eu sei:seus nomes são O QUE, POR QUE e QUANDO,COMO, ONDE e QUEM."Rudyard Kipling

E você se pergunta onde está todo esse pessoal? Você  encontra todos em você. Imagine, existe uma fonte de conhecimento, orientação, inspiração, criatividade e de ajuda, disponíveis para você onde e quando você quiser e tudo que você tem que fazer é pedir.

O que acontece se você fizer perguntas para si mesmo?

O seu valor potencial e as soluções criativas ficam mais acessíveis, ajudam na tomada de decisão, na montagem do seu próprio negócio, na melhoria dos seus relacionamentos e em praticamente tudo o que você quiser.

Quando você pode usar isso?

Imediatamente, onde quer que esteja, mesmo quando estiver envolvido em uma situação tensa, visto que funciona rápido. Quando você tiver um pouco de tempo - não tenha pressa e explore as suas perguntas e respostas.

Como eu faço para começar?

Em primeiro lugar relaxe. O seu estado ideal é estar relaxado, focado, alerta e aguardando as respostas. Também é bom uma pitada de diversão e um senso de humor. Se você está estressado, sob pressão, isso não funciona – é por isso que você ainda não obteve as respostas! Faça uma pausa, entre em um estado positivo e depois peça as respostas.

Quando experimentar o sucesso, reforce as suas âncoras positivas a esse estado positivo.

Que perguntas você pode fazer?

Abaixo estão algumas sugestões para os iniciantes em fazer perguntas. Eu recomendo que você abandone as perguntas "por que" – não muito úteis – e as substitua pelas perguntas "qual, o que, quê".

Quem pode me ajudar com esse projeto - ?

Ele tem a resposta - ?

Será que eu preciso falar - ?

São os meus clientes em potencial - ?

É ele quem toma as decisões - ?

Qual é o melhor próximo passo - ?

Será que os meus clientes querem - ?

É a resposta/solução - ?

São os benefícios - ?

São as opções - ?

Onde posso encontrar a informação que eu preciso - ?

É o melhor lugar para - ?

Posso usar isso - ?

Quando é a melhor hora para mim - ?

Posso dar o próximo passo - ?

Os meus clientes em potencial são mais receptivos - ?

Como posso resolver essa discórdia/dilema?

Posso fortalecer o meu perfil - ?

Posso ser mais eficiente - ?

Qual é a melhor escolha para mim agora?

Seria mais divertido - ?

Que componente vai primeiro - ?

Que benefício é o mais importante para o meu cliente - ?

Como eu consigo as respostas?

É fácil! Visto que fazer perguntas, tanto aos outros como a nós mesmos, induz o que é chamado de pesquisa transderivacional no cérebro, preste atenção na primeira coisa que vier a sua mente depois que fizer a pergunta.

Preste atenção na primeira coisa que vem à sua mente depois que você fizer a sua pergunta. A sua resposta pode estar na forma de uma imagem, uma sensação, uma ideia/palavras/voz interior, etc. Frequentemente a resposta vem instantaneamente, por isso prossiga com a primeira coisa que lhe surgir. Depois disso, você estará de volta à mente consciente, faça críticas, debata com você mesmo, pense muito, torne tudo muito difícil. Prossiga com a primeira coisa. Quando fizer isso, você reforça o seu fluxo de informações e encoraja futuros sucessos.

Use uma ferramenta para ajudá-lo a se concentrar – como um pêndulo. Isso é para aqueles que precisam de ajuda para contornar a mente consciente e acessar as respostas em outros níveis. Pesquise sobre radiestesia ou pêndulo na internet se quiser saber como usar o pêndulo.

Anote o mais rápido que puder tantas respostas para a sua pergunta quanto possível, por pelo menos alguns minutos. Só então examine quais são as que fornecem as melhores possibilidades.

Se perceber que necessita de mais informação, pergunte para mais alguém, tome outra ação.

De onde vêm as respostas?

Escolha a sua própria teoria; o importante é que funcione. A minha explicação favorita tem duas partes: na maior parte das vezes, você tem todas as partes da informação armazenadas no seu interior para lhe fornecer a resposta. Você simplesmente não foi capaz de acessá-las ou juntá-las de um modo mais útil a partir dos seus processos de pensamento consciente. Esse método permite que as respostas venham diretamente do seu inconsciente, a consciência mais elevada (ou como você quiser chamá-la), acessando o seu gênio criativo. A segunda parte da minha explicação favorita é que esse método permite você acessar e conectar-se à consciência universal (ou como você quiser chamá-la) – o banco de dados de todas as informações existentes no universo.

Desfrute, divirta-se e, realmente faça perguntas a si mesmo e desfrute o processo de como obter os melhores resultados com a maior diversão!

Escrito por: 

Susanna Bellini,Trainer em PNL, coach e consultora.

Cinco Passos para o Sucesso Pessoal e Profissional