Aumente a sua motivação

Em alguma oportunidade, todos nós já escolhemos ou assumimos o compromisso de executar uma tarefa pela qual não estávamos totalmente apaixonados ou motivados para concluir. Os exemplos incluiriam limpar a sua mesa ou o escritório, fazer uma \"visita de surpresa\", levar um parente idoso para fazer compras, etc.
PNL

O processo da PNL, a seguir, pode ser usado para aumentar a sua motivação ou outros sentimentos (ou se você é coach, os dos seus clientes) sobre uma tarefa da qual você decidiu participar ou concluir. É baseado no processo desenvolvido por Richard Bandler, um dos cofundadores da PNL.

1 - Verifique a ecologia. Se você estivesse realmente motivado, ou apaixonado ou aprecia executar essa tarefa, quais seriam os possíveis impactos (no curto e no longo prazo) naqueles sistemas do qual você faz parte – família, trabalho, etc., na sua saúde, ou em qualquer parte de você, como a parte criativa ou a parte da segurança.

2 - Crie uma imagem da tarefa. Na sua mente, crie uma imagem dissociada (isto é, você se vê na imagem participando da tarefa ou da atividade). Chame isso de imagem #2.

3 - Interrompa o estado. Olhe brevemente pela janela ou note alguma coisa na parede. O importante aqui é limpar a sua mente por um curto tempo.

4 - Crie uma imagem motivadora. Na sua mente, crie uma imagem associada (isto é, você está olhando a imagem com seus próprios olhos) de alguma coisa que você realmente aprecia fazer. Chame isso de imagem #4.

5 - Sobreponha a imagem da tarefa. Reintroduza a imagem da tarefa (#2) de modo que ela fique na frente e oculte a imagem motivadora (#4).

6 - Crie uma abertura. Faça um orifício bem no meio da imagem da tarefa (#2), de modo que você possa enxergar claramente a imagem motivadora (#4) e possa sentir toda a energia motivadora que emana dessa imagem (#4). Faça isso rapidamente e faça um orifício suficientemente grande para receber todos os sentimentos da imagem motivadora.

7 - Feche o orifício e mantenha os sentimentos motivadores. Feche o orifício na imagem da tarefa (#2) bem rápido para que você possa manter todos os sentimentos da imagem motivadora (#4).

8 - Repita. Repita as etapas 3 a 7 tão rápido quanto puder pelo menos cinco vezes, fazendo uma breve pausa entre cada repetição.

9 - Confira que um sentimento de motivação está associado com a tarefa. Veja a imagem da tarefa (#2) na sua mente. Agora ela está motivando você? Se não, repita as etapas de 3 a 7 ou verifique se a imagem motivadora está realmente motivando-o ou se você quer, de fato, concluir a tarefa.

Esse padrão pode ser usado em várias situações de coaching. Por exemplo, se você está trabalhando com um casal sobre o relacionamento deles, você pode querer reinstalar a paixão/amor que eles tiveram originalmente um pelo outro. Nesse caso, a imagem da tarefa seria uma imagem do parceiro(a) dela(e) e a imagem da motivação seria uma imagem de quando eles estavam realmente apaixonados um pelo outro.


Escrito por: Roger Ellerton, PhD, Trainer de PNL certificado, consultor certificado de administração, fundador e sócio gerente da Renewal Technologies. O artigo acima é baseado no seu livro Live Your Dreams Let Reality Catch Up: NLP and Common Sense for Coaches, Managers and You.

O DESAFIO MENTAL DE DEZ DIAS